Cabo submarino de fibra óptica para internet já está operativo em Cuba

26/05/2012 03:20

O governo venezuelano assegurou que o cabo submarino de fibra óptica extendido de seu país até Cuba está "absolutamente operativo" e assinalou que qualquer inconveniente de internet na ilha é um "assunto soberano" do governo cubano. “Está absolutamente operativo, dependerá do Governo de Cuba para qual função o utiliza, é claro que que este é um assunto soberano para eles mas de qualquer forma sabemos que o cabo submarino está em plena operação”, disse o ministro de Ciência e Tecnologia, Jorge Arreaza, em um encontro.

Em 9 de fevereiro de 2011, o Governo de Raúl Castro oficializou em um ato institucional a recepção do cabo submarino pensado para que a ilha melhore suas telecomunicações e multiplique sua capacidade de acesso a internet. Estava previsto que em julho desse mesmo ano o sistema, primeiro acesso independente da conexão via satélite que tem a ilha até o momento, começaria a estar operativo. Quanto a operatividade do cabo, Arreaza pontuou que, de fato, o Governo do presidente Hugo Chávez firmou "faz poucos meses todos os protocolos restantes, todas as medidas de seguranças necessárias com o Governo de Cuba".

O ministro detalhou que o cabo tem uma extensão de 986 quilômetros e 640 gigabytes de saída. Perguntado acerca do uso do cabo na ilha, Arreaza se limitou a dizer: "Esta é uma pergunta que tens que fazer ao Governo cubano". A Venezuela, “como todo o cabo submarino, nos da acesso, nos libera conexões, dos dá novos caminhos para nos interconectar”, assinalou, ao referir ao seu país.

A infraestrutura, adquirida na China e França com um custo estimado de 70 milhões de dólares, tem um comprimento total de 1.630 quilômetros. Especialistas cubanos estimam que o cabo terá uma vida útil de 25 anos e se espera que possibilite a Cuba multplicar por 3 mil sua atual velocidade de transmissão de dados, imagens e voz.

Cuba usa uma conexão via satélite desde 1996 com uma largura de banda de 65 megabytes pr segundo de download e 124 de upload, segundo o governo, que assegura que qualquer modificação deste recurs requer licença do Depratamento do Tesouro dos Estados Unidos, país este que mantém um embargo contra Cuba há 50 anos.

Fonte: http://cubanitoencuba.com/2012/05/25/cuba-cable-submarino-esta-operativo/
Tradução livre de Felipe Queiroz.